Hoje em dia, todos sabemos da importância dos exercícios físicos e do impacto positivo em nosso corpo.

 

   De repente, parece que todo mundo resolveu aderir à corrida. Você precisa de um par de tênis, short, camiseta e vamos lá. Calma!

 

   Não dá pra escapar de um gasto um pouco maior com o tênis, caso contrario os cuidados com a saúde podem sair bem mais caros no futuro. Não se esqueça do frequencímetro! Não é um palavrão, apenas um relógio que nos ajuda a marcar o tempo e a freqüência cardíaca (aprendi só até aqui!).

 

   Tem gente que gosta da esteira. Particularmente prefiro ao ar livre. Isto inclui praia, campo, terra, faça chuva ou faça sol. Não existe desculpa para não ir.

 

   O melhor de tudo acontece quando os quilos vão embora. Aí, é hora de prestar atenção na alimentação. Quem se exercita se preocupa em torná-la saudável. Não coma gordura, coma carboidrato. Não esqueça do gel, nem da água. Tome a vitamina; e um BCAA sempre vai bem.

 

   Cruzar uma linha de chegada é a melhor coisa do mundo. Levante os braços e sorria, você esta sendo fotografado! Quem já conseguiu sabe do que estou falando. Quem ainda se prepara conhece a sensação de um treino puxado e bem feito. É bom demais!  Viciante!

 

   A corrida mantém o nosso corpo em funcionamento e ainda é a melhor forma de exercitar a mente. Resolvem-se grandes problemas correndo, ou pelo menos eles se tornam menores.

 

   E a auto-estima? Vai às nuvens ou, para mim, às Meias Maratonas! Adquire-se confiança em si próprio, a partir da confiança que os treinadores depositam em você.

 

   Agora, fala sério! O melhor de tudo: encontrar os amigos. É aquele bom dia cheio de sono e frio, o papo durante o aquecimento (apesar de algumas caras feias...), o treino suado, as risadas, as implicâncias no alongamento... É o incentivo das filhas (as do sangue e as do coração), a proteção da mãe. É a bronca que se leva por falar muito e se esforçar pouco. É o “bom treino!” que se ouve quando se chega sem fala e sem ar. Aquele “você consegue!” que nos empurra adiante e aquele “viu, você conseguiu!”.

 

   Não há endorfina melhor do que correr entre amigos.

 

Cecília Vigneron

EU  CORRO, E  VOCÊ ?

CORRIDA - SAÚDE - TRIATHLON - CAMINHADA - MUSCULAÇÃO - TREINAMENTO FUNCIONAL - HEALTH COACH - PERSONAL TRAINNING - QUALIDADE DE VIDA

Proudly created by Fita Baesa - 2015  ©